10 maneiras alternativas de se recuperar pós-treino

20/12/2017by Vicente7
img-blog-post-06
blog-post-01-img-10
blog-post-01-img-11

Embora seus treinos sempre deixem você se sentindo revigorado, a dor muscular posterior também pode fazer você se sentir como um fantoche de Robaxacet – especialmente se você acabou de aumentar a intensidade, frequência ou duração do seu treino. Em momentos como este, é sempre útil ter estratégias de recuperação muscular à sua disposição.

Abaixo estão 10 maneiras naturais de ajudar na recuperação muscular e aliviar a tensão muscular:

1. Hidratar

Ok, isso parece óbvio, mas muitos de nós temos o péssimo hábito de esperar até sentir sede para beber água – e se você não estiver hidratado adequadamente, seus músculos ficarão rígidos e sujeitos a lesões. Eu costumava carregar uma garrafa gigante de água para trabalhar comigo, mas eu achei muito intimidante, então agora eu me concentro em beber um copo de água a cada hora (com uma reposição pesada após cada treino).

2. Toalha de limão

Limões são um antiinflamatório natural (e têm um cheiro incrível também). Misture duas colheres de sopa de mel com o suco de três limões e leve ao microondas por 30 segundos (um uso aceitável para o microondas!). Mergulhe uma toalha na mistura e aplique nas áreas doloridas para ajudar na recuperação muscular.

3. Sais de Epsom

Os sais de Epsom são feitos de sulfato de magnésio: o magnésio é um relaxante muscular natural e, como sal, ajuda a reduzir o inchaço dos tecidos. Dissolva uma ou duas xícaras de sais de Epsom na água morna do banho e deixe de molho por 15 minutos ou até que a água esfrie.

4. Suplementos de gengibre

De acordo com pesquisadores do Georgia College e da State University, o gengibre pode ajudar a reduzir a dor muscular: uma mudança foi observada em 11 dias após o uso de dois gramas de gengibre em pó diariamente.

5. Beba suco de cereja azedo

Estudos sugerem que as cerejas ácidas podem ser mais eficazes do que a aspirina no alívio da dor e na redução da inflamação, graças às antocianinas antioxidantes, que podem ajudar a minimizar o inchaço nos músculos doloridos. Beba cerca de 30 gramas de concentrado de cereja antes do treino – ou, se as cerejas não forem sua, desfrute de outros alimentos ricos em antioxidantes como quinua, couve e mirtilo.

6. Terapia de calor

A terapia de calor aumenta o fluxo de oxigênio e nutrientes para os músculos doloridos, suprimindo os sinais de dor enviados ao cérebro. Aplique alguma forma de calor – bolsa de água quente, almofada térmica ou uma toalha quente – nas áreas doloridas.

7. Esfrie com gelo

Com a dor, vem a inflamação – e o gelo é o melhor remédio natural. Ele também atua como um anestésico, essencialmente entorpecendo a área afetada e proporcionando um fôlego para a recuperação muscular.

8. Alongamento

Here’s the thing about muscle pain: It limits your movement, which ironically makes the pain even worse. (Oy to the vey.) Make sure to get your stretch on as often as possible – especially after sitting for extended periods of time or before an intense workout. Once you’ve incorporated more stretching into your day, muscle recovery will be a snap.

9. Exercício

Você sabe como dizem que a melhor coisa que você pode fazer para curar uma ressaca é beber o que a causou? Um estudo publicado no Journal of Strength and Conditioning descobriu que o mesmo é verdadeiro para os exercícios: eles compararam os efeitos da massagem ou do exercício para aliviar a dor muscular e descobriram que os exercícios são igualmente eficazes.

10. Descanse

Especialmente depois de tentar um treino intenso ao qual você não está acostumado, é melhor não exagerar: se você sentir que uma lesão está se aproximando, descanse antes de mergulhar novamente. Ouça seu corpo e ele cuidará do resto (sem trocadilhos).

7 comments

  • Nathan Wilson

    07/11/2017 at 10:44

    Synergistically evolve 2.0 technologies rather than just in time initiatives. Quickly deploy strategic networks with compelling e-business. Credibly pontificate highly efficient manufactured products and enabled data.

    Reply

  • Wayne Brooks

    08/11/2017 at 10:44

    Credibly reintermediate backend ideas for cross-platform models. Continually reintermediate integrated processes through technically sound intellectual capital. Holistically foster superior methodologies without market-driven best practices.

    Reply

  • Gregory Pack

    08/11/2017 at 10:44

    Dynamically target high-payoff intellectual capital for customized technologies. Objectively integrate emerging core competencies before process-centric communities. Dramatically evisculate holistic innovation rather than client-centric data.

    Reply

    • Ken Lee Warren

      12/11/2017 at 10:45

      Quickly aggregate B2B users and worldwide potentialities. Progressively plagiarize resource-leveling e-commerce through resource-leveling core competencies. Dramatically mesh low-risk high-yield alignments before transparent e-tailers.

      Reply

      • Gregory Pack

        15/11/2017 at 10:45

        Appropriately empower dynamic leadership skills after business portals. Globally myocardinate interactive supply chains with distinctive quality vectors. Globally revolutionize global sources through interoperable services.

        Reply

  • Ken Lee Warren

    10/11/2017 at 10:44

    Capitalize on low hanging fruit to identify a ballpark value added activity to beta test. Override the digital divide with additional clickthroughs from DevOps. Nanotechnology immersion along the information highway will close the loop on focusing solely on the bottom line.

    Reply

    • Wayne Brooks

      12/11/2017 at 10:45

      Credibly innovate granular internal or \”organic\” sources whereas high standards in web-readiness. Energistically scale future-proof core competencies vis-a-vis impactful experiences. Dramatically synthesize integrated schemas with optimal networks.

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *