Ministério da Saúde confirma terceiro caso da varíola dos macacos

O Ministério da Saúde confirmou na noite deste domingo (12) o terceiro caso de varíola dos macacos no Brasil. Trata-se de um homem de 51 anos, que está isolado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, após viagem a Portugal.

O caso foi notificado à Saúde pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) do Rio Grande do Sul após a confirmação laboratorial por RT-PCR realizada pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo (IAL/SP).

Segundo nota do ministério, o paciente está em isolamento, com quadro clínico estável, sem complicações e está sendo monitorado pelas Secretarias de Saúde do Estado e do Município.

“Todas as medidas de contenção e controle foram adotadas imediatamente após a comunicação de que se tratava de um caso suspeito de monkeypox, com o isolamento do paciente e rastreamento dos seus contatos, tanto nacionalmente quanto do voo internacional, que contou com o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, informa a Saúde.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) já foi notificada sobre a confirmação.

Leia mais

O que muda em termos de vigilância após 1º caso de varíola dos macacos no Brasil

Maioria dos casos de varíola dos macacos tende a ser leve, diz secretário de SP

Entenda momento em que médicos descobriram 1º paciente dos EUA com varíola dos macacos

Ao contrário do comunicado inicialmente pelo Ministério da Saúde, que afirmou que o paciente era residente da capital gaúcha, consta em informe da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul que, na verdade, o homem encontra-se em viagem a Porto Alegre.

“O caso, que estava em monitoramento desde o dia 27 de maio, trata-se de um homem que encontra-se em viagem a Porto Alegre. O homem procurou atendimento médico no último dia 19 e novamente no dia 23 de maio. Paciente desconhece contato com pessoas em Portugal que sejam confirmadas ou suspeitas para a doença varíola do macaco até o presente momento e relata melhora parcial das queixas citadas com tratamento instituído”, diz a secretaria.

Outros casos

O primeiro caso da Monkeypox foi confirmado na quinta-feira (9) na capital paulista. O paciente é um homem de  41 anos que está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas com boa evolução do quadro clínico.

Um homem de 29 anos de Vinhedo, interior de São Paulo, com histórico de viagem para Portugal e Espanha, também testou positivo para a varíola dos macacos no último sábado (11).

Sobre a doença

A varíola dos macacos é uma doença infectocontagiosa encontrada principalmente na África Ocidental e Central. A transmissão da patologia ocorre por meio de contato direto com uma pessoa infectada que apresente lesões na pele, ou por gotículas de saliva.

Os sintomas iniciais são semelhantes aos da gripe, como febre, calafrios, exaustão, dor de cabeça e fraqueza muscular, seguidos de inchaço nos gânglios linfáticos, que ajudam o corpo a combater infecções e doenças.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Ministério da Saúde confirma terceiro caso da varíola dos macacos no site CNN Brasil.

Sobre mim

Eu ajudo profissionais e autônomos a desenvolverem os comportamentos do empreendedor de sucesso, a criarem os hábitos certos, a aumentarem a produtividade e implementarem estratégias de marketing e vendas para alavancarem os seus negócios.

Vamos Socializar

Boletim informativo

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre nossas ofertas e promoções!

Estamos comprometidos em proteger sua privacidade

Publicação popular

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2020 Criador e Desenvolvedor de Site Vicente Medeiros

Get 20% Discount

Sign up to receive updates, promotions, and sneak peaks of upcoming products. Plus 20% off your next order.

Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue

Nullam quis risus eget urna mollis ornare vel eu leo. Aenean lacinia bibendum nulla sed 

Get 20% Discount

Sign up to receive updates, promotions, and sneak peaks of upcoming products. Plus 20% off your next order.

Promoção nulla vitae elit libero a pharetra augue

Nullam quis risus eget urna mollis ornare vel eu leo. Aenean lacinia bibendum nulla sed